sábado, 9 de maio de 2009

"O meu, o seu...e o Sonho de Ícaro."


Meu caro amigo (a) há dias que penso em escrever sobre "O Sonho de Ícaro", não sei o porquê, mas talvez seja porque sou uma eterna sonhadora ...
Sinto-me a cada dia mais segura dos meus desejos, dos meus sonhos. Dizem que também Ícaro era um sonhador. Por isso, procurei conhecer essa lenda, e tentei interpretá-la para poder compreender o verdadeiro significado do Sonho de Ícaro e interliga-lo aos meus sonhos.
Antes de dizer algo sobre esse meu Diálogo "Sonho com este, gostaria que você soubesse um pouco sobre essa lenda, quem sabe assim, depois de conhecê-la compreenderá a minha" obsessão "pelo Sonho de Ícaro.











A lenda grega conta que Dédalo ensinou Teseu a fugir do labirinto que aquele havia Construído para Manter aprisionado o Minotauro, uma criatura corpo de homem ea cabeça de touro, um devorado de jovens rapazes.
Teseu seria devorado por ele, mas com as estratégias elaboradas por Dédalo, o jovem matou o monstro e saiu do labirinto. Porém, isso desencadeou uma fúria sem Rei Mitos que acabou prendendo Dédalo e o filho Ícaro não labirinto e impossibilitou a saída destes. Assim, estariam condenados a ficar lá pra sempre.
Dédalo sentiu-se imobilizado, embora conhecendo a saída, não poderia tirá-los daquele lugar.
Entretanto, havia uma única solução ... O céu!

Então que deduziu poderiam sair dali voando. Com ceras e penas pássaros, começara a construir as asas, as tais asas que os tirariam da prisão

Dédalo proporcionaria ao filho o prazer de voar, sentir a liberdade. Porém, existiriam os riscos ... Então, o pai explicou ao filho que ambos não deveriam voar alto, nem muito próximo do Sol, cujo calor derreteria a cera que prendia as penas e nem muito baixo, nas proximidades do mar, pois a umidade do tornaria mais pesadas as asas e cairiam no mar. Assim poderiam , desta forma ou da outra acabar morrendo.
E assim foi feito ...

Após a construção das asas, Ícaro se precipitou. Impulsionado pela a estonteante sensação de voar, ele esqueceu a recomendação do pai, elevou-se tanto nos ares, que a previsão de Dédalo se concretizou. A cera derreteu e Ícaro perdeu as asas, caiu no mar e morreu afogado.
Após ler várias versões sobre o Sonho de Ícaro, e ao analisar uma lenda, cheguei uma triste conclusão, de que na verdade, o sonho não era de Ícaro e, sim de Dédalo. Este, por se sentir culpado do filho está na prisão junto com ele, resolveu encontrar algo que diminuísse sua culpa. Assim, por ser um homem de grandes feitos, sonhos... E sabia construir sonho! Construiu um sonho para Ícaro ... O de voar para liberdade.
Mesmo sabendo dos riscos que correria o filho, ele apostou que poderia realizá-lo e, que juntos num mesmo sonho, sairiam daquele pesadelo. Não sabendo ele, que pesadelo maior estaria porvir.
Dédalo viu teu filho se perdendo no sonho que próprio pai construíra.
Isto porque, no fundo, o Sonho de Ícaro era muito mais audacioso que do seu pai... Ir além do permitido!

Portanto, posso dizer, que um mesmo sonho não pode ser realizado por pessoas diferentes, tal como foi sonhado. Pois, quem vive dos sonhos dos outros, não constrói seu próprio sonho. Corre o risco de ultrapassar os limites e se perder.
Sonhar é sinônimo de liberdade. E ser livre, é saber até onde podemos voar.
 





Sei que posso vir a me ferir, mas por mais perigoso que possa parecer meu sonho, lançar-me-ei nesta aventura, porque eu o construir ... "O que sai de mim vem do prazer de querer sentir, o que eu não posso ter, mas é o que faz de mim ser o que sou. É gostar de ir por onde ninguém, for ...". Jamais me acovardarei porque os meus sonhos, é meu proposito de vida.
Não vivereis do que outros possam sonhar pra ti.
O Céu será sempre o limite daquele que não tem medo de sonhar.



Autoria dos textos: Leu (Elieuza)





Sonho de Ícaro
Byafra
Composição: Pisca / Claudio Rabello


Voar,
Voar
Subir,
subir
Ir por onde for
Descer até o céu cair
Ou mudar de cor
Anjos de gás
Asas de ilusão
E um sonho audaz
Feito um balão ...
No ar, no ar
Eu sou assim
Brilho do farol
Além do mais
Amargo fim
Simplesmente sol ...
Rock do bom
Ou quem sabe jazz
Som sobre som
Bem mais, bem mais ...
O que sai de mim
Vem do prazer
De querer sentir
O que eu não posso ter
O que faz de mim
Ser o que sou
É gostar de ir
Por onde, ninguém for ...
Do coração do Alto
Mais alto coração ...
Viver, viver
E não fingir
Esconder no olhar
Não Mais Pedir
Permitir Que
Jogos de azar
Fauno lunar
Sombras no Porão
E um show vulgar
Todo verão ...
Fugir meu bem
Pra ser feliz
Só no pólo sul
Não vou mudar
Do meu país
Nem vestir azul ...
Faça o sinal
Cante Uma Canção
Sentimental
Em qualquer tom ...
Repetir o amor
Já satisfaz
Dentro do bombom
Há um licor a mais
Ir até que um dia
Chegue enfim
Em que o sol derreta
A cera até o fim ...
Do alto, coração
Mais alto, coração ...
Faça o sinal
Cante Uma Canção
Sentimental
Em qualquer tom ...
Repetir o amor
Já satisfaz
Dentro do bombom
Há um licor a mais
Ir até que um dia
Chegue enfim
Em que o sol derreta
A cera até o fim ...
Do alto, o coração
Mais alto, o coração ...






Fonte de imagens e pesquisa:

4 comentários:

  1. Ler é muito mais>é sonhar, é viver, é esperar.se... do alto coração............

    ResponderExcluir
  2. Certamente sonhar os sonhos que não seja o seu,é um caminho insano...um modo de somatizar inquietações na alma que podem nos ser letal...ainda que bonito em ilusões

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por comentar. Isto me faz acreditar que não escrevo em vão.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Excelente texto, Leu! Visite-me no RECANTO DAS LETRAS. Tenho um soneto intitulado Meu Ícaro.
    Apreciaria sua visita. Bjs... Alekizalex

    ResponderExcluir

"Ler é um risco...Comentar é preciso!"